Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





As gaffes de natal

por Maria Popia, em 15.12.14

Worst-Christmas-Gifts.jpg

Estava aqui a pensar quais tinham sido as piores prendas de natal que já me ofereceram. Cheguei à conclusão que sou uma azarada que passa o natal com um sorriso amarelo ao abrir certos presentes.

Não é o valor monetário das prendas que me deixa triste, mas sim pensar que aquelas pessoas me conhecem tão pouco ao ponto de me oferecerem um porta comprimidos (sim, isto aconteceu mesmo!).

Deixo-vos com o meu "top presentinho que mais valia terem comprado uma caixa de chocolates rasca":

1 - Porta comprimidos (tenho só 26 anos e não sou hipocondríaca)

2 - Conjunto de chávenas de café (quanto a mim é um presente para a casa, não para a dona da casa)

3 - Bijuteria que não tem nada a ver comigo (basta olhar para mim uma vez para reparar que não uso brincos até aos joelhos)

4 - Cachecóis com cores e formatos bastante duvidosos (um cachecol giro é uma coisa tão simples de arranjarr minha gente)

5 - Toalhas de banho, panos de cozinha, lençois (mais uma vez, presentes para a casa e não para pessoas) 

Também têm um topzinho das calinadas de natal? 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


olá pai natal

por Maria Popia, em 09.12.14

botins.jpg

Gosto tanto destes botins da lefties.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


As prendas de natal...o regresso

por Maria Popia, em 02.12.14

lace.jpg 

É chegada a altura de fazer as compras das prendas de Natal. Se antes isto era para mim, e principalmente para a minha carteira, uma dor de cabeça, agora já não é. E porquê? Porque existe a primark.

É claro que as coisas não têm a melhor das qualidades mas são fofas e ótimas para ofertas natalícias. E os preços ainda são o melhor de tudo.

Para já comprei cachecóis, lenços e casacos para distribuir por primos, primas, tia e madrinha. Ainda me ficaram a faltar algumas coisas mas que irei comprar noutros sítios.

A primark é das melhores invenções dos últimos tempos mas nem tudo é um mar de rosas. Não tenho a mínima paciência para lá ir quando está cheia (ou seja 99% das vezes). E com a aproximação do natal a coisa piora bastante. Não conseguimos ver o que quremos, temos de andar ali aos encontrões com meio mundo. Não há paciência que aguente. Aliás tenho a maior admiração pelas pessoas que conseguem andar ali no meio sem se importarem com a confusão.

Quando fiz as minhas compras de presentes até estava calminha. Milagre de natal antecipado, portanto. Tanto que nem ia com ideias de fazer compras mas aproveitei a calmia e já me despachei dessa parte.

E vocês, como vai a compra de presentes?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


bem-vindo dezembro

por Maria Popia, em 01.12.14

december.jpg

E que frio se faz sentir neste primeiro dia de dezembro. 

(Ah e já fiz a árvore de natal. Tirei-lhe umas fotos mas ficaram miseráveis por isso assim que tiver fotos apresentáveis prometo mostrar!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Posta a questão eis a resposta: é muuuuuito difícil regressar ao ritmo normal de idas ao ginásio após o Natal. Uma pessoa, e principalmente se como eu aproveitaram as doçarias natalícias até ao último bocadinho, sente todo o peso (e não é só psicológico) dos sonhos, filhoses, tortas, sobremesas, tartes, chocolates e afins.

Claro que eu podia ter sido muito bem comportada e ter evitado comer uma ou outra coisa, mas de certeza que o Natal tinha sido bem mais "desdivertido". E verdade seja dita, não é todos os dias que me dou a estas loucuras.

O pior é passado todo o frenesim festivo voltar a dar o litro na passadeira e companhia. Aliás confesso que me anda a custar muito sair de casa para ir ao ginásio. Se calhar é normal passadas as primeiras semanas em que tudo aquilo é novidade, sentem ou sentiram o mesmo? (não me escondam nada!).

Nestes primeiros dias a preguiça juntou-se à falta de treinos e tem sido uma tortura ganhar outra vez o ritmo. Além disso os exercícios custam-me imenso e não ando nada produtiva (vergonha em mim).

Se como eu andam no ginásio e estão a atravessar uma fase semelhante, não percam a esperança e a vontade porque eu também não. Irei vencer a preguiça e combater os vestígios da doçaria festiva. Me aguardem!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Gato da Semana VIII

por Maria Popia, em 24.12.12

Já têm o bacalhau preparado? E a doçaria? E chocolates com fartura?

É já hoje à noite minha gente. Espero que não tenham deixado nada para a última, não há nervos que aguentem.

O gato desta semana, apesar do ar molengão, deseja-vos um Feliz Natal. Ele vai estar aninhado debaixo da árvore de Natal, possivelmente a beber uma tigela de leite.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Dia de preparação psicológica

por Maria Popia, em 19.12.12

Encontro-me hoje no dia oficial de preparação psicológica antes de começar a fazer a malita e embarcar rumo às origens para passar o Natal. E perguntam vocês porquê "preparação psicológica"?

Pois bem, em primeiro lugar destesto fazer a mala. Nunca sei o que hei-de levar e acontece-me sempre a típica cena de querer vestir/calçar/usar exatamente aquilo que não levei. Nessa altura, em que não tenho o que quero ali à mão, nada parece compensar essa falta monstruosa e horrível, esse vazio que nada pode ocupar (olhando para trás reparo que poderei ter sido um bocadinho exagerada, mas quem nunca sentiu o mesmo que se acuse).

Pelo Natal esta pré-disposição para organizar tudo na malunfa diminui ainda mais porque nunca tenho espaço para levar todos os presentes. Tenho de perguntar ao Srº Pai Natal onde se compra um saquito igual ao dele que parece não ter fundo e onde cabem todos os presentes do mundo (literalmente).

Mas ainda não vos contei o pior...esta viajem não vai ser feita confortavelmente num automóvel mas sim de expresso. Quem tem por hábito viajar de expresso já sabe o que acarreta. Desde cromos a ouvir música em alto no telemóvel, pessoas que deitam o banco demasiado e quase que ficam a dormir no nosso colo, encontrões sucessivos no banco de trás, pessoas de uma certa idade que teimam que o mundo conspira contra si, gente que só se lembra de telefonar a certas pessoas quando não tem absolutamente mais nada para fazer e que são capazes de ir durante 2 horas a contar a vida toda, trocas de autocarro, esperas em rodoviárias cheias de gente...e tudo e tudo e tudo. 

Por tudo isto e muito mais hoje tirei o dia para instrospeção, e penso que o mereço pelo que me espera amanhã.

Claro que no final tudo compensa. Não há nada melhor no mundo do que estar perto de quem amamos, dos nossos pais e família. E quando estamos longe é quando damos mais valor àqueles pequenos momentos passados juntinho à lareira da casa que nos viu nascer, crescer e que um dia ficou mais vazia quando seguimos o nosso caminho.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Gato da Semana VII

por Maria Popia, em 17.12.12



Quem é que consegue resistir a esta carinha e a este gorro de rena? Eu não consigo.

Boa semana para todos, com muitas coisas fofas há mistura.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A demanda das compras de Natal

por Maria Popia, em 13.12.12

Por mais que todos os anos nos venham com a conversa "Este ano isto está mau, não se podem oferecer prendas", a verdade é acabamos sempre por receber as ditas prendas de Natal (nem que sejam as malfadadas meias, os piijamas, ou mesmo os lençóis polares) e não queremos estar de mãos a abanar na altura da troca. Pequeno aparte, quando era mais pequena detestava que me oferecessem meias e pijamas, agora se for isto que me espera no sapatinho fico toda contente (estou a realmente a ficar velha).

Mas voltemos à questão que aqui nos trouxe...as prendas de Natal. Gosto muito regressar às origens e levar a mala carregadinha de presentes para a família. Dá-me tanto prazer poder oferecer-lhes aqueles miminhos. E depois não há nada pior do que receber um presente e não ter nada para dar em troca, é o mínimo que podemos fazer por aquela pessoa que se lembrou de nós.

Todos os anos passo pelo mesmo processo: fazer uma lista com todas as pessoas a quem vou ofertar qualquer coisinha; atribuir a cada nome um presente e em que loja o posso encontrar; decidir em que dia vou arrastar o meu mais-que-tudo para o centro comercial para me apoiar na procura; ganhar coragem para entrar no centro comercial.

Meter-me no centro comercial ao fim-de-semana nem pensar, deus me livre e guarde. É uma missão para lá de impossível. Como há compras a fazer, um dia a meio da semana parece-me melhor. Quarta-feira.

Que se desengane quem pensa que durante a semana a coisa é mais suportável, não é (inocência a minha pensar que sim). Entre encontrões, pessoas que se metem à nossa frente como se fossemos invisíveis (será porque eu sou baixinha?), procurar os tamanhos certos e na cor que queremos, encontrar exatamente o presente que procuramos...ufa...ninguém merece. Eu que até levava comigo alguma paciência acabei por perdê-la logo. É de uma pessoa se descabelar no meio das lojas e gritar "Mas chega para todos. Um pouco de civismo por favor".

Mas consegui! Comprei a grande parte dos presentes que queria. Faltam alguns mas resolve-se mais facilmente (menos a do meu querido namorado, que vai com certeza ler este textinho. É dificil escolher uma coisita para ti).

A demanda aproxima-se do fim. Coragem minha gente, pensem que é só uma vez por ano :)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Previsão meteorológica

Ocorrência de ideias (quase) diariamente, possibilidade de precipitação de pensamentos em dias mais ou menos nublados mas com boas abertas.


Comentários recentes

  • Us4all

    ohhhh que péssima publicidade Sejamos sinceros, es...

  • Helena Duque

    Sem dúvida... fui lá duas vezes e duas vezes passe...

  • Marta Elle

    Eu penso isso de todas as praias.

  • m-M

    Acontece-me sempre o mesmo em Francelos - Gaia :p

  • marta-omeucanto

    Aqui em mafra visitaram-nos durante a noite!Hoje, ...


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D