Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



jld.png

Aqui há dias descobri que os salões Jean Louis David estão com uma campanha de apoio à APAV. Fiquei logo com ideias de ir cortar o cabelo e ao mesmo associar-me à causa.

Basicamente pagamos 17 euros, por corte e brushing, e 2 euros revertem para a APAV (a imagem em cima explica tudo deixo o facebook para mais informação).

Andava já há algum tempo com vontade de dar um corte valente ao cabelo mas, como sempre, faltava-me a coragem. Associada à falta de coragem tinha a má experiência da última vez que fui ao cabeleireiro e saí de lá com o cabelo em forma de tigela (estão a imaginar?).

Mas desta vez correu bem e estou contente com o corte. Ora vejam a menina toda penteadinha (antes tinha o cabelo pelo meio das costas):

cabelo.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cabelo volta para mim!

por Maria Popia, em 26.10.14

cortando-cabelo1.jpg

Mas porque razão nos cortam sempre demais o cabelo quando só queremos tirar umas pontinhas?

Ontem tive a triste ideia de acordar cedo (erro número 1 a um sábado) e ir cortar as pontas do cabelo (o grande erro do dia).

Juro que só queria mesmo tirar umas pontinhas, coisa pouca. Agora estou em pleno drama, cabelinho cresce rápido por favor!

(não ponho os pés num cabeleireiro tão cedo)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


chuva, chuvinha, cai miudinha (ou não)

por Maria Popia, em 26.09.13

Para os mais distraídos vamos lá constatar o óbvio. Chegou o outono e com ele as primeiras chuvas. 

Claro que, à semelhança do que me acontece todos os anos, nos primeiros dias de chuva apanho sempre uma molha. Ontem não foi exceção. Os senhores/as do tempo bem que se fartam de avisar as pessoas que vai chover, mas eu sou sempre a mesma desgraça. 

Aborrece-me taaaaaaaaaanto andar com o guarda-chuva atrás. Mas está na hora de me habituar à ideia. Dizem que amanhã e sábado a coisa vai estar agreste.

O meu verdadeiro e mais profundo drama com a chuva é a franja. Quem tem franjas sabe extamente do que estou a falar. A humidade e aquelas gotinhas malvadas de chuva destroem até a franja mais esticadinha do mundo.

Basicamente a partir de agora as minhas manhãs vão ser: perder 5 minutos a esticar bem a franja para depois ser tudo destruído em 2 segundos (se tanto). Deviam inventar um mini-alisador portátil assim podia esticar a dita da franja sempre que estas tragédias me acontecem.

Depois não há quem me ature o resto do dia. Como tenho o cabelo ondulado basta uma gotinha para isto se revoltar tudo. Revira-se nas pontas, faz aberturas a meio da testa...enfim fico um verdadeiro monstrinho despenteado.

Ao menos adoro castanhas assadas senão isto do outono/inverno era a total tristeza.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Previsão meteorológica

Ocorrência de ideias (quase) diariamente, possibilidade de precipitação de pensamentos em dias mais ou menos nublados mas com boas abertas.


Comentários recentes

  • Us4all

    ohhhh que péssima publicidade Sejamos sinceros, es...

  • Helena Duque

    Sem dúvida... fui lá duas vezes e duas vezes passe...

  • Marta Elle

    Eu penso isso de todas as praias.

  • m-M

    Acontece-me sempre o mesmo em Francelos - Gaia :p

  • marta-omeucanto

    Aqui em mafra visitaram-nos durante a noite!Hoje, ...


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D