Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O que pode correr mal quando se muda de casa

por Maria Popia, em 19.02.13

Como sabem mudei de casa à pouco tempo, sensivelmente há 1 semana. Passado o caos, os stresses da decoração (isto de conciliar os gostos de decoração de duas pessoas nem sempre é fácil), as caixas empacotadas a barrarem o caminho e os cantos dos móveis a espetarem-se nos tornozelos quando tentamos chegar a algum lado...estamos oficialmente instalados.

A casa foi um verdadeiro achado, é fofinha que se farta e muito acolhedora, mesmo como queríamos. Ora esta seria a parte em que dizia "E assim viveram felizes para sempre"...mas infelizmente não termina assim esta nossa história. Então não é que o raio do portão das garagens faz um barulho que se farta? Ninguém merece uma coisa destas. Estamos a tentar resolver a coisa com a administração mas temo que não vai ser fácil (rezem por mim por favor). Entretanto tenho dois tampões para os ouvidos, os meus best friends de momento.

Uma pessoa, e ainda por cima eu que já tenho alguma experiência nestas andanças de mudar de casa, deve estar muito atenta na hora de escolher a sua futura habitação. Ter atenção à zona, ver se há bares e cafés por perto, reparar muito bem em todos os pormenores da dita casa, perguntar tudo e mais alguma coisa ao senhorio, nunca ficar com dúvidas...São muitas as chatices que podem ser prevenidas.

Mas depois há todo um conjunto de factores que não podemos adivinhar. Se os vizinhos são barulhentos, se viver naquele sitío é realmente bom, no fundo todos os problemas que não se podem detetar nas rápidas visitas iniciais. O ideal seria puder testar as casas antes de as arrendar/ comprar. Imaginemos que durante 1 semana tinhamos a casa para nós sem compromissos, no final desse teste ficariamos ou não com ela. Meus amigos o que se prevenia com isto...haja paciência para estas agruras da vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Previsão meteorológica

Ocorrência de ideias (quase) diariamente, possibilidade de precipitação de pensamentos em dias mais ou menos nublados mas com boas abertas.


Comentários recentes

  • Us4all

    ohhhh que péssima publicidade Sejamos sinceros, es...

  • Helena Duque

    Sem dúvida... fui lá duas vezes e duas vezes passe...

  • Marta Elle

    Eu penso isso de todas as praias.

  • m-M

    Acontece-me sempre o mesmo em Francelos - Gaia :p

  • marta-omeucanto

    Aqui em mafra visitaram-nos durante a noite!Hoje, ...


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D