Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Fui!

por Maria Popia, em 25.07.15

Rotina do primeiro dia de férias:

- Depilação

- Lavar e secar roupa

- Fazer as últimas compras

- Juntar todos (ou quase todos) os tupperware da minha mãe que andam cá por casa e proceder à sua devolução

- Arrumar a casa

- Fazer as malas

e.....

estou-de-ferias.jpg

 

Boas férias para vocês desse lado! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A nossa casa

por Maria Popia, em 21.01.15

casa.jpg

Quando em 2006 os meus pais me levaram para apanhar o expresso que me levaria para a universidade não sabíamos (ou no fundo sabíamos bem demais) que esse seria aquele momento em que terminaria um ciclo. Na verdade, foi a partir desse momento exato em que deixei de fazer parte do dia à dia dos meus pais e ficou para trás a vida como a conhecia desde que nasci.

Nessa altura eu não tive noção disso, mas eles tiveram. Para mim era o ínicio de uma nova etapa: a universidade. Tudo era novo, os lugares, as pessoas, as vivências. E por isso talvez não tenha notado que para eles a vida continuou igual mas sem mim. Bolas, isso deve ter sido doloroso (e talvez ainda seja).

O facto de ser filha única e lá em casa sermos só 3, pai, mãe e filha, ao sair um de nós a casa ficou brutalmente mais vazia. Mas eu não pensei nisso na altura, não me lembrei disso. E só há uns anos, já depois de terminar a universidade e estar a trabalhar, é que me apercebi que a "minha" casa me faz tanta falta. E se a mim me faz falta, quanta falta não faço eu aos meus pais?

Mas a vida é assim, tem as suas rotinas e caminhos. E ainda bem que consegui tudo aquilo que hoje tenho. Tenho um emprego, apesar de estar longe de toda a minha família. E vou pensando que eles têm de estar felizes. Seria pior se não me pudesse sustentar e tivessem de ser eles hoje a fazê-lo.

Quando regresso a casa o meu quarto está lá como o deixei. Ao vir embora há sempre uma parte que fica e dói muito dizer adeus. Apetece sempre ficar mais um pouco. Mal consigo imaginar o que sentem aqueles que estão noutros países. Estar longe daqueles que fazem parte de nós não é fácil.

Será que os pais estão mesmo preparados para ver os filhos "sair do ninho e voar"? Só saberei quando tiver os meus próprios filhos. Até lá, espero continuar a ter por muitos e bons anos a casa onde voltar. E o colinho mais que bom dos meus pais.

(Perdoem-me a lamechice. Os dias cinzentos têm destas coisas.)

Autoria e outros dados (tags, etc)


E já é segunda outra vez

por Maria Popia, em 17.11.14

Infinity-Time.jpg

Não sei se convosco acontece a mesma coisa, mas o tempo anda a passar-me à frente dos olhos a uma velocidade estonteante. Não tarda estou uma velhinha rabugenta e nem me apercebi dos anos terem passado.

E isto é mesmo muito assustador. As semanas passam a correr e nem as coisas mais chatas, que normalmente custam mais a passar, passam devagar. No outro dia dediquei-me a tentar perceber porque razão o tempo me anda a escapar tão rápido e parece-me que a culpa é mesmo da minha rotina.

Ultimamente a minha vida resume-se a casa-trabalho-casa-trabalho, todos os dias da semana até chegar ao fim de semana (o qual passo basicamente enfiada em casa porque estou demasiado cansada para muito mais). E atenção que não me queixo de trabalhar ou do trabalho em si (aliás tive desempregada e dou muito valorzinho ao meu trabalho mais lindo) a culpa é mesmo minha. Devia fazer outras atividades. Acho que quanto mais coisas fizermos, coisas diversas e diferentes, melhor aproveitamos o nosso tempo.

E a coisa piora com o horário de inverno. Chego a casa já o dia está noite cerrada e a minha vontade de fazer seja o que for é - 1. No verão é tudo muito mais apetitoso. Sair do trabalho ir até uma esplanada, dar um passeio ao fim da tarde. A vida é tão melhor no verão. Os dias de inverno são uma valente seca e deve ser por isso que eles se vão tão depressa.

Assumo a minha culpa nisto tudo. Talvez se não me entregasse à preguiça isto do tempo se ir num instante não fosse tão normal.

Já é segunda-feira outra vez. E se as semanas passam num ápice o que direi eu dos meus adorados fins de semana?

Também vos acontece a mesma coisa? Têm alguma receita infalível para "parar" o tempo?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Coisas que aconselho #5

por Maria Popia, em 06.11.13

Desde que apareceu no mercado que uso o BB Cream da Garnier. Não fica demasiado pesado na pele e esconde bem aquelas pequenas imperfeições ou manchas. 

Para as mais desatentas os BB Cream são conhecidos por terem várias coisinhas maravilhosas que nos permitem hidratar, cuidar e dar um toque leve de maquilhagem ao rosto. Há imensas marcas no mercado, umas mais caras e outras mais acessíveis. 

O meu grande ponto a favor deste tipo de produto é que me permite sair de casa em poucos minutos com um ar mais apresentável. Adoro dormir e por isso a minha rotina matinal é feita toda ela numa correria para não perder o autocarro. Claro que não tenho tempo para grandes coisas mas também não gosto de sair de casa com cara de zombie e com olheiras até ao chão (já agora conhecem bons produtos para olheiras? Partilhem comigo os vossos segredos!).

Se como eu gostam de coisas práticas aconselho-vos a experimentar, não se esqueçam é que para cada tom ou tipo de pele há produtos diferentes.

(valor 9,79€)

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Previsão meteorológica

Ocorrência de ideias (quase) diariamente, possibilidade de precipitação de pensamentos em dias mais ou menos nublados mas com boas abertas.


Comentários recentes

  • Us4all

    ohhhh que péssima publicidade Sejamos sinceros, es...

  • Helena Duque

    Sem dúvida... fui lá duas vezes e duas vezes passe...

  • Marta Elle

    Eu penso isso de todas as praias.

  • m-M

    Acontece-me sempre o mesmo em Francelos - Gaia :p

  • marta-omeucanto

    Aqui em mafra visitaram-nos durante a noite!Hoje, ...


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D