Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A tentar comer saudável

por Maria Popia, em 14.04.15

heart-health-foods.jpg

Se como eu viram aquela bela reportagem da sic , "Somos o que comemos" (a menina deixa aqui o link para verem ou reverem, vale mesmo a pena) sabem que é impossível ficar indiferente.

Acho que esta coisa da comida saudável, do exercício físico e da crescente preocupação com o nosso bem-estar é uma excelente moda. Apesar de achar que muito boa gente faz só porque está na moda e não porque acredita realmente que deve mudar os hábitos. Mas pronto isso fica para uma próxima discussão.

Desde há uns tempos para cá que deixei de ter em casa vários alimentos ou bebidas que sei que não são das melhores. Refrigerantes, coisas muito açúcaradas ou muito salgadas, entre outros (eu bem que queria abolir o chocolate mas não consigooooo!).

Deixei de beber café com açúcar, comer manteiga nas torradas, beber sumos às refeições e evito ao máximo pizzas e fast food. Ah e uma das minhas grandes conquistas que foi deixar de comer pão branco. Um grande viva a quem inventou o pão oroweat (é tãããão bom!!).

Para mim a maior dificuldade em escolher comida saudável é mesmo nas compras. É-me muito difícil saber o que devo comprar para comer quando me dão aqueles ataques de fome entre as refeições. E depois aqueles snacks de frutos secos e afins são caros e não me "matam" a fome.

Outra dificuldade é a noite. Não costumo fazer jantar, trabalho o dia todo e à noite a última coisa de que tenho vontade é de estar com grandes pitéus. Por isso acabo por comer um iogurte, ou fruta ou pão de sementes com qualquer coisa. Mas não me parece que seja o mais acertado, porque fico com fome.

E ando com muitas saudades do ginásio. Mas não estar inscrita num ginásio não é desculpa para não praticar exercício. Todos os dias penso em ir correr depois do trabalho, mas a preguiça acaba sempre por levar a melhor. Bolas, que me irrito comigo mesma.

Tentar comer melhor e não acompanhar com exercício não me parece que faça grande diferença, digo eu que não percebo mesmo nadinha disto. Mas pronto teremos de começar por algum lado.

Algumas dicas desse lado?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Eu e os sucos verdes

por Maria Popia, em 25.03.14

Tanto se fala em sucos verdes e nos seus benefícios que resolvi experimentar. E já lá vai mais de uma semana que o meu pequeno-almoço passou a ser um destes sucos.

Desde que entrei no ginásio tenho estado mais atenta à minha alimentação e há mais fruta e legumes cá por casa. Afinal não quero gastar dinheiro num ginásio e depois comer mal e estragar tudo o que ganho com o exercício físico.

Dizem que estes sucos são bons porque retardam o envelhecimento, dão-nos mais energia para o resto do dia, ajudam a reduzir a celulite, melhoram a pele e o cabelo e ajudam a perder uns quilitos (conjugados com uma alimentaçao saudável e prática de exercício físico). Não sei se tudo isto é verdade ou não mas eu estou a gostar muito de beber estes sumos.

Basicamente tomo logo pela manhã uma série de vitaminas que geralemte não iria ingerir durante o dia. Estes sumos juntam legumes com frutas, sementes (linhaça, chia, canhâmo, etc), pode juntar-se bagas goji, chá verde em pó. Há também quem junte leite de soja. Enfim as possibilidades são muitas e cada um decide o que quer colocar.

Caso tenham curiosidade em experimentar deixo-vos dois exemplos de sucos que tenho feito. Podem sempre alternar e adicionar outros legumes e frutas e fazer combinações ao vosso gosto. Juntam tudo na liquidificadora (eu coloco sempre água para não ficar demasiado grosso) e já está.

Espinafres, abacaxi, maçã, banana, kiwi e linhaça. Água a gosto.
Espinafres, beterraba, abacaxi, maçã, pêra e linhaça. Água a gosto. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Continuo a minha demanda pelo ginásio e já faz 1 mês que ando por lá! Ainda não experimentei as aulas de grupo mas quero ver se a partir de agora me vou dedicar a experimentar um pouco de tudo. O Holmes Place tem uma bela oferta de aulas de grupo.

Mas o motivo que aqui me traz é outro. Ora ontem experimentei uma sessão com Personal Trainer, e é tão giro. Parte chata: a sessão foi grátis e se quiser um PT tenho de ganhar mais dinheiro (roubar um banco, receber doações vossas, arranjar uma herança assim jeitosa, entre outras opções). Não é que seja muuuuito caro mas de momento não tenho hipótese de pagar. Aliás já me dou por feliz de conseguir pagar a mensalidade do ginásio. Não sou de me meter em aventuras que posso não ter meios de suportar.

Agora isto de ter um PT é mesmo outro nível. Para já temos um treino 100% acompanhado, com uma pessoa que puxa por nós, que nos motiva e que sabe o que devemos fazer para alcançar bem/rápido os nossos objetivos. Hoje pareço uma panqueca atropelada com as dores que tenho em cima, mas fiquei muito fã e aconselho vivamente. Uma pessoa tem logo outra predisposição para o sacríficio.

Tenho mesmo muita pena de não conseguir pagar um PT, de certeza que a coisa se tornava bem mais divertida. Bom há que me contentar com o que tenho e já não vou nada mal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ginásio report

por Maria Popia, em 10.10.13

Depois de vos ter posto ao corrente do maravilhoso facto de que me inscrevi num ginásio chega a hora de fazer um pequeno apanhado da primeira semana.

Continuo a adorar isto de fazer exercício físico diariamente. Para já tenho ido todos os dias (ah mentira não fui no domingo) e aconselho vivamente. Além do bem estar físico o que mais gosto é que durante o tempo em que estou no ginásio não penso em mais nada. Juro. Isto para limpar a mente é fantástico. Basicamente focu ali nos segundinhos a passar na elítica ou na passadeira e isso é o meu objetivo, nada de pensar em trabalho e em coisas chatas.

Para já ainda não fui a nenhuma aula tenho-me focado mais em fazer o plano de treino. A verdade é que também não quero ir para uma aula e depois não me aguentar até ao fim, portanto trato agora de ficar em forma e ganhar alguma resistência para depois apostar nas aulas de grupo.

O pessoal do ginásio continua a ser do mais simpático que possam imaginar, às vezes até me parecem uma seita de gente feliz e saudável. Acho que se eu entrasse no ginásio a comer uma bola de berlim ou algo do género me expulsavam (brincadeirinha). O facto de estarmos num sítio onde nos sentimos bem ajuda muito a que queiramos ir todos os dias e aumenta a nossa motivação. Antes de se inscreverem num ginásio vejam bem o sítio, o ambiente e vejam se se sentem bem e confortáveis nesse sítio.

Estou aqui com esta conversa toda linda e maravilhosa mas não pensem que isto é tudo um grande mar de rosas. Nos primeiros dias andei com dores pelo corpo todo, o que é normal visto que eu não me "mexia" faz tempo. Um dia fiz uma sessão de abdominais e além de sair de lá sem me puder rir tal eram as dores na barriga, andei dois dias com dores no pescoço (eu nem sabia que era possível o pescoço doer tanto). Bom mas isto também aconteceu porque não fiz os abdominais da forma mais correta, ainda não tenho força suficiente nos abdominais e então fiz demasiada força com o pescoço.

Enfim apesar das dores estou muito satisfeita e o balanço desta primeira semana é positivo. Espero continuar com este empenho e motivação (e de preferência com dinheiro para pagar a mensalidade) por muuuuuito tempo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


A tenebrosa celulite

por Maria Popia, em 02.10.13

Já muito se disse e se inventou no que respeita à celulite. Cremes milagrosos que depois não fazem nada a não ser gastar dinheiro, dietas que não dão em nada, enfim toda um mundo de soluções muito rápidas e na verdade bastante duvidosas e ineficazes.

Lembrei-me deste assunto da celulite porque acabo de ler um artigo no Life&Style do Público, que podem e devem ver aqui .

Basicamente a coisa resume-se a: 

- Fazer exercício físico e ter uma alimentação equilibrada, não são a única solução para o problema mas ajudam a que não se agrave;

- Pedir conselhos a um dermatologista antes de gastar dinheiro em cremes e tratamentos muitas vezes desnecessários.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ginasticar

por Maria Popia, em 30.09.13

Desde há muito tempo que me quero inscrever num ginásio. É-me difícil aceitar que tenho uma vida sedentária. Apesar de ter um trabalho onde ando constantemente dum lado para outro, isso não chega e nem deve contar como exercício físico.

De vez em quando lá me lembrava e decidia que ia começar a correr. Corria uma semana (se tanto), depois começava a ir mais esporadicamente até não ir de todo.

Ora, como todas as mulheres é claro que me preocupo com a minha aparência, quero perder uns quilinhos, tonificar, mas sobretudo quero sentir que tenho uma vida mais saudável e não estar constantemente com a consciência pesada porque não me "mexo".

Até agora nunca me inscrevi num ginásio porque ou são muito caros ou então são buracos malcheirosos só com homens a exibirem os seus 500kg de músculos. Foi neste dilema que fiquei a saber que o Holmes Place tem novos pacotes sem fidelização (finalmente!!!!). Ouviram bem, não tem fidelização e os preços até são acessíveis.

Não fiz eu mais nada, fui ao Holmes Place aqui da zona saber mais informações (confesso que estava muito cética em relação a esta novidade) e acabei mesmo por me inscrever. 

Ainda estou muito no ínicio mas estou a adorar e aconselho vivamente. Para já tive uma sessão de esclarecimentos, pesagens e objetivos com um Personal Trainer (não é mesmo o meu personal trainer, é quem nos acompanha mais de perto no ínicio e nos faz o planeamento, não tenho dinheiro para PTs), fiz uns exercícios e já hoje vamos definir qual o plano de ataque. 

Estou bastante entusiasmada e em grande parte graças ao próprio Holmes Place. O ambiente e as instalações são muito boas, os treinadores são atenciosos e temos uma oferta ótima de aulas de grupo (mais uma vez digo que estou no início e é apenas a minha opinião pessoal). Espero que isto seja o início de uma bonita amizade e que não me venha a desiludir.

A partir de agora é ginasticar, ginasticar e ginasticar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Previsão meteorológica

Ocorrência de ideias (quase) diariamente, possibilidade de precipitação de pensamentos em dias mais ou menos nublados mas com boas abertas.


Comentários recentes

  • Us4all

    ohhhh que péssima publicidade Sejamos sinceros, es...

  • Helena Duque

    Sem dúvida... fui lá duas vezes e duas vezes passe...

  • Marta Elle

    Eu penso isso de todas as praias.

  • m-M

    Acontece-me sempre o mesmo em Francelos - Gaia :p

  • marta-omeucanto

    Aqui em mafra visitaram-nos durante a noite!Hoje, ...


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D